O Profissional

Conheça sobre o profissional por trás do CT

“No Freio de Ouro 1994, um cavalo tordilho chamado BT Butiá brilha na pista de Esteio e vence principal prova da Raça Crioula. Era a primeira vez que eu assistia a uma prova do Freio de Ouro. E foi paixão à primeira vista. Um mês antes, nas minhas férias de julho, eu havia estagiado com Marcelo Bertagnolli – meu primeiro professor e a quem agradeço muito pelos primeiros ensinamentos – e acompanhei e participei dos trabalhos diretos de preparação daquele cavalo. Ver a vitória de BT Butiá naquele ano foi extremamente emocionante para mim e fundamental na decisão de me tornar um ginete no Freio de Ouro”, relembra Guto.  Começava assim, uma trajetória de muito sucesso –  mas acima de tudo, de muito trabalho e dedicação.

No ano de 1995 nasceu JC Atrevida, RP 01 de sua criação. “Ela foi o primeiro animal que domei e participei da final do Freio de Ouro, ganhando a classificatória de Passo Fundo em 2002″, ressalta. Com o resultado de Atrevida, Guto Freire começou a montar os primeiros animais que não eram de sua propriedade, JA Uma Fera e Laçador do Purunã, ambos classificados ao Freio de Ouro de 2003. Em 2005, após a final do Freio de Ouro (da qual participou com Geléia Ico e Lampião do Orelhano), Guto Freire foi realizar o estágio curricular de Medicina Veterinária na Universidade do Cavalo, em Sorocaba/SP. Lá desenvolveu, em conjunto com Aloísio Marins, Claudia Leschoski e Paulo Griska, um trabalho de condicionamento físico do cavalo atleta para provas funcionais do Freio de Ouro. Concluindo a faculdade, Guto passou a se dedicar somente ao treinamento de cavalos.

Uma trajetória em números:

Ao longo da sua carreira, Guto Freire soma mais de 330 participações em provas oficiais do Freio de Ouro, contando com o total de 218 animais credenciados e 109 classificados para a grande final até o ciclo 2018. O ginete também alcançou o recorde de animais classificados em uma mesma edição (12 animais no ano de 2010) e várias outras conquistas – entre elas se destacam as famosas provas das Cabanhas São Rafael e BT Paineras, importantes pela sua grandeza e premiação de um automóvel 0Km. Completando os expressivos resultados estão Bocal de Bronze 2010, 2011, 2012 e 2013, Bocal de Prata 2010, 2011, 2015, 2016 e 2018, Bocal de Ouro 2012 e 2018, Ginete do Ano 2010, 2011, 2012, 2014, 2016 e 2018 e o tão consagrado Freio de Ouro em 2011, 2012, 2014 e 2018. Entre suas conquistas mais recentes estão o Freio de Prata FICCC 2015, em Buenos Aires, o Freio de Bronze 2015, o Freio de Prata 2016, o Freio de Prata FICC 2018 e o Freio de Ouro 2018, em Esteio, em uma sequência de 7 anos ininterruptos de presença nos pódios mais importantes da Raça Crioula.

E foi paixão à primeira vista

Responsável

Camilla Menezes

Contato

Atenção: Digite seu nome Atenção: Formato inválido
Atenção: Digite seu e-mail Atenção: Formato inválido
Atenção: Digite sua mensagem
Site por Elefante CW